sábado, 2 de abril de 2011

"A parábola do filho pródigo" - lição para 03/04/11


Lição 9 - A parábola do Filho Pródigo 
Texto Bíblico Lucas: 15: 11-32
Antes de estudar, assista este vídeo: 




Versículo para memorizar: Salmo 32: 1
 "Feliz aquele cujas maldades Deus perdoa e cujos pecados Ele apaga!"
Objetivo do Professor: Que a criança tenha certeza que Deus é bom, que  nunca deixará de amá-la e está sempre pronto a perdoar.
Ensino a criança: Deus quer que você tenha certeza de que Deus é bom e nunca deixou de te amar e que sempre irá te perdoar quando se arrepender e buscar o Seu perdão.
Introdução: Ilustração - Objetos - bolsa de viagem ou mochila com algumas peças de roupas e outros itens que levamos  quando viajamos. Pergunte: Quem pode me dizer o que levamos na bolsa ou mochila quando vamos viajar? (espere respostas). Muito bem! (Mostre o que trouxe na sua mochila as crianças). Depois diga: Na história de hoje Jesus contou que alguém colocou muitas coisas em uma bolsa e saiu para viajar. Jesus desejava fazer com que aqueles homens que o criticavam (professores da lei e fariseus )despertassem para praticar aquilo que sabiam sobre as leis de Deus,que era  permitir que pecadores arrependidos fizessem parte do reino de Deus. Vamos ver como foi essa história?
Andamento: 1 -  Jesus disse: Certo homem tinha dois filhos; o mais moço disse ao pai:  Pai, quero que o senhor me dê agora a minha parte da herança. (Explique que herança são bens que os pais repartem entre seus filhos e geralmente são repartidos quando os pais morrem). Ele nem pediu por favor, tão pouco disse ao pai porque pediu a parte da sua herança.
2 -  E o pai repartiu os bens entre os dois filhos.Passados poucos dias, o filho mais moço, ajuntou tudo o que era seu e partiu para um país que ficava muito longe.(O jovem da nossa história viajou para muito longe, pois ele queria ficar longe da sua casa , e assim seu pai não saberia o que ele estava fazendo de errado, talvez ele pensasse que ninguém saberia o que ele estava fazendo de errado). Talvez haja alguém na sua escola ou perto da sua casa que fazem muitas coisas erradas e querem que você tambem faça, como por exemplo colar na prova em vez de estudar, pegar moedas na bolsa da mamãe e não falar nada para ninguém. Sáiba que isto também é pecado, e o pecado nos afasta de Deus.A mesma coisa aconteceu com aquele moço, o pecado fez com que ele se afastasse da casa do pai. 
3 -Neste país ele viveu uma vida de pecado e acabou desperdiçando todo o dinheiro que havia ganhado do pai.(Enquanto esse moço tinha dinheiro não ficou preocupado com nada a não ser em divertir-se). Deus quer que você não queira seguir os seus próprios caminhos, fazendo somente as coisas do seu jeito e não do jeito que Deus quer que você faça. Ele te ama e quer que você O obedeça através dos ensinamentos que aprende na Sua Palavra.
4 - Depois que gastou todo o dinheiro, houve uma grande fome naquele país( fome significa falta de alimento), e ele começou a passar necessidade.
5 - Então procurou um dos moradores daquela terra( o moço estava sem dinheiro ,longe da casa do pai e certamente tinha procurado aqueles amigos que ajudaram ele gastar todo o dinheiro da herança, mas eles também não tinham nada para oferecer a ele porque estavam iguais a ele, com fome de alimento). Quando desobedecemos a Deus e nos afastamos Dele é como se também estivessemos com fome, ficamos tristes por causa do pecado.
 6 - E pediu para que lhe desse um emprego e a única coisa que conseguiu foi um emprego para cuidar dos porcos. O fazendeiro o mandou para a sua fazenda  a fim de tratar dos porcos. Ali, ele tinha tanta fome que desejava comer a comida que os porcos comiam, mas ninguém lhe dava nada. Caindo em si, ele pensou: "Quantos trabalhadores de meu pai têm comida de sobra, e eu estou aqui morrendo de fome!  Vou voltar para a casa de meu pai e dizer: Pai, pequei contra Deus e contra o meu pai e não mereço mais ser chamado de seu filho. Me aceite como um dos seus trabalhadores." Então saiu dali e voltou para a casa do pai.
Clímax - Quando ele ainda estava no caminho, perto de casa, o pai o avistou. E, com muita pena do filho , correu, e o abraçou, e o beijou( Com certeza esse pai aguardava todos os dias ansiosamente a volta deste filho, o pai certamente nunca deixou de amá-lo). A Palavra de Deus diz que Deus também é bondoso conosco e nos ama. Ele demostrou esse grande amor quando enviou o Senhor Jesus a este mundo para morrer pelo meu e pelo seu pecado. O Senhor Jesus foi morto numa cruz e tomou sobre si  o castigo do meu e do seu pecado, mas ao terceiro dia Ele ressuscitou e vive agora para sempre. Deus te ama e quer que você peça perdão pelos seus pecados, Ele é bom e nunca deixou de te amar e sempre está pronto a te perdoar quando você se arrepender e buscar o Seu perdão. 
E o FIlho disse:" Pai, pequei contra Deus e contra o Senhor e não mereço mais ser chamado de seu filho!"( O filho voltou para o seu lar, para os braços do pai. Que alegre estava aquele moço agora que tinha se arrependido e confessado o seu pecado!)
O pai estava tão feliz que ordenou aos seus empregados: "Depressa! Tragam a melhor roupa e vistam nele. Ponham um anel no dedo dele e sandálias nos seus pés.Preparem uma festa , matem um bezerro gordo. Vamos começar a festejar porque este meu filho estava morto e viveu de novo; estava perdido e foi achado."
Conclusão: Ouvindo a comemoração que  o pai fazia ao filho mais novo que havia voltado, o filho mais velho ficou muito zangado e chateado. Mas o pai disse a ele: - "Meu filho, não fique zangado nem com ciúmes de seu irmão, você está sempre comigo, e tudo o que é meu é seu. Mas era preciso fazer está festa para mostrar a alegria. Pois este seu irmão estava morto e viveu de novo; estava perdido e foi achado."
Aplicação final: Tudo o que temos , seja as coisas materiais, o nosso corpo, a nossa família, os nossos talentos, etc... Em tudo devemos ser agradecidos a Deus, mas quando agimos de forma errada, pecamos e nos afastamos de Deus. Mas saiba que Deus é bondoso e te ama muito e sempre  irá te perdoar quando se arrepender e buscar o Seu perdão.
Oração: Querido Deus, te peço perdão pelos meus pecados, e que o Senhor me ajude a não me afastar de Ti. Em Nome de Jesus, amém.
Professor, faça o convite as crianças que ainda não são salvas, dando oportunidade para receberem a Jesus como Salvador.

Atividade em classe: Faça uma relação de perguntas relacionadas a história e pergunte se é falsa ou verdadeira.( crianças maiores)
- Batata quente: coloque uma musíca ou cante, dando preferência ao tema. Quando a música parar, quem estiver com a batata irá responder a uma pergunta(prepare várias perguntas relacionadas ao tema). Quem acertar permanece, mas quem errar sai do jogo. Premie quem conseguir ficar por último.

Introdução: Perguntas - Complete está frase - Deus não ama o pecado, mas ama o pecador.

Pergunte: Você já ouviu está frase? Você concorda com ela? Porque? Espere respostas.
Apresentação do versículo: Leia na Bíblia e depois no visual.
Depois explique: Este versículo está dizendo que quem está feliz é aquele que está sentindo alegria, paz, alivio, gratidão, reconhecimento, amor...), mas o que pode trazer maior felicidade é quando somos perdoados pelas maldades que fazemos.
Deus fala atráves deste versículo que Ele apaga todos os nossos pecados.
Aplicação: Deus quer perdoar as nossas maldades, apagar os nossos pecados, as coisas que fazemos de errado e que nos deixa triste, com medo, cansado , longe de Deus.
Sabe porquê? Porquê Ele nos ama tanto que entregou o Seu ùnico filho, o Senhor Jesus para morrer no nosso lugar, tomando o castigo do nosso pecado, mas ressuscitou e por isso pode perdoar os nossos pecados. Deus quer que você confesse seu pecado e peça perdão a Ele toda vez que pecar, o versículo diz que Ele apaga os nossos pecados quando verdadeiramente pedimos perdão!
Memorização: Com gestos - Primeiro fale você o versículo, e ensine os gestos às crianças, depois elas repetem  algumas vezes até memorizar( feliz -fisionomia alegre; aquele - aponte para um amiguinho; cujas maldades - cruze os braços; Deus - aponte para cima; perdoa - abraçe o amiguinho; e cujos pecados - cruze os braços novamente; ele apaga - com as mãos faça gestos circulares; Salmo 32 Versículo 1 -  peça para dar uma volta falando a referência.
Ao professor: Jesus fala nesta parábola de dois filhos: Filho que deseja ser independente, livre para gozar de todas as suas cobiças e paixões? E filho que aparentemente está perto do pai, mas é egoísta, orgulhoso e não conhece verdadeiramente o pai?
O que é mais maravilhoso dessa história é que não importa o que o filho faça e sim o que o pai pode fazer para o filho. Somente um pai bondoso , cheio de amor, generoso, pode receber um filho arrependido de braços abertos, mesmo não sendo merecedor do seu perdão,  pode apagar os seus pecados e ainda colocar as melhores vestimentas comemorando com festa. Que o nosso coração se encha de amor e gratidão ao nosso maravilhoso Pai. Aleluia!
Oração: Pai Querido, nos ajude a permanecer seguros nos seus braços de amor. Em nome de Jesus, amém.
Desenhos e atividades: 



Para salvar as imagens em seu computador clique com o botão direito do mouse sobre a figura, depois clique na opção "salvar como". Pronto, agora é só imprimir)






4 comentários:

  1. Oi sou professora do 1º ano FI da escola Isaac Newton.
    Nossa!!!!!!!!!!!
    Ótima essa forma de contar uma parábola tão dicicil. Ficou bem claro. Amei! Vou contá-la no culto para os alunos da minha escola.
    Que DEUS abençoe
    Edilene martins

    ResponderExcluir
  2. Lição muito bem explicada.Aprendi bastante, para repassar aos pequenos. Parabéns!! Deus continue abençoando-os.

    ResponderExcluir